domingo, março 23, 2014

LINHA DO TEMPO:

1973 -
 1974 -
 1975 -
1976 -
1977 -
 1978 -
1979 -
1980 -
1981 -
1982 -
1983 -
1984 -
1985 -
1986 -
1987 -
1988 -
1989 -
1990 -
1991 -
1992 -
1993 -
1994 -
1995 -
1996 -
1997 -
1998 -
1999 -
2000 -
2001 -
2002 -
2003 -
2004 -
2005 -
2006 -
2007 -
2008 -
2009 -
2010 -
2011 -
2012 -
2013 -

quinta-feira, julho 28, 2011


APROPRIAÇÕES
                    


                 O artista plástico Gomes de Souza mostra a partir do dia 14 de Abril, próxima quinta feira, no MAG (Museu de Arte de Goiânia) a exposição “Apropriações”. A exposição terá vinte telas recentes que fazem uma leitura contemporânea do impressionismo. Gomes parte da pintura de Manet Le Déjeneur sur l´Herbe, (O Almoço na relva) considerado um marco no inicio do impressionismo, e pinta vinte versões da obra.
O Quadro foi exposto no Salão dos Independentes, realizado em Paris em 1863. Na abertura do Salão, foi considerado, pelo público e pelo próprio Napoleão III, uma imoralidade e um atentado ao pudor. Quase todos os críticos se manifestaram de forma hostil, assinalando que Manet queria promover-se através de escândalos.



Leo Pereira; jornalista, publicitário, poeta e dramaturgo, em apresentação da mostra diz sobre Gomes:
Um apelo ao simples. Reinventar o simples para que a arte seja definitivamente entendida como trabalho humano. Gomes segue anárquico e se comporta agora quase como uma velhinha rendeira para dizer que o trabalho humano é que dá vida às coisas. Mesmo que as coisas sejam naturezas mortas. Apropriação não é tudo como pretendem alguns discursos na internet. Mas Gomes sabe que fazer é se apropriar e devolver ao olho do espectador um passo futuro em Manet.
Uma homenagem ao pontilhismo. Uma homenagem ao impressionismo. Gomes agora é ele mesmo e suas irmãs, se expondo em rendados e reminiscências lúdicas da infância e da transposição dos forros que sustentam as naturezas mortas de Mossâmedes e da história da arte. Gomes educa porque pesquisa e dá razão à sua arte. E pode falar do que está querendo dizer. Porque está querendo dizer e diz: às vezes em forma de piada, mas diz. E grita. E explode na tela um rendado pontilhista. Naturezas mortas do menino aprendiz do “Seo” Vicente carpinteiro.





               Vaso de cha - ,70m X ,90m - Acrilico e esmalte sobre tela - 2011


                                    Sobre a relva - ,60m X ,50m - Acrilico e esmalte sobre tela - 2011


                                    Sobre a mesa 1 - ,60m X ,50m - Acrilico e esmalte sobre tela - 2011


                                     Frutas vermelhas - ,60m X ,50m - Acrilico e esmalte sobre tela - 2011


                                     Natureza morta com sombras - ,60m X ,50m - Acrilico e esmalte sobre tela - 2011


                                             Com bandeirolas - ,50m X ,60m - Acrilico sobre tela - 2011


                                    Composicao simples - ,60m X ,50m Acrilico e esmalte sobre tela - 2011


                                     Praca da Matriz - ,60m X ,50m - Acrilico e esmalte sobre tela - 2011

sábado, maio 28, 2011

The artist, musica de Shree Dove em homenagem a Gomes de Souza - Califórnia 2004

domingo, abril 26, 2009

PASSOS: Percurso de Fé e Pés

video
Performance de Gomes de Souza e Valeria DeCastro com a participação
dos romeiros da festa do Divino Pai Eterno em Trindade - Goiás. Cerca de dois milhões de peregrinos participaram da ultima romaria em julho de 2008

sexta-feira, maio 16, 2008






Fotos: Valéria Lopes